12 de outubro – Meditação Matinal 2015 Ligado na Videira – Meditações Diárias

12 de outubro – Meditação Matinal 2015 Ligado na Videira – Meditações Diárias
Retrospectiva Sobre a TrindadeA graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo sejam com todos vós. 2Coríntios 13:13
Essas foram as últimas palavras de Paulo em sua segunda carta aos coríntios, uma frase que chama a atenção de todos os leitores da Bíblia para a identidade dos membros da Trindade – o Pai, o Filho e o Espírito Santo.
Entre os anos 1880 e o meio do século 20, o adventismo passou por uma revolução na crença sobre a Trindade e a natureza divina do Filho e do Espírito. Conforme constatamos, Ellen White apontou o adventismo para a nova direção, mas suas declarações não criaram a revolução. Em vez disso, incentivaram outros adventistas a explorarem as Escrituras por si mesmos, em busca de uma resposta bíblica sobre o assunto.
Mesmo assim, porém, a mudança não foi rápida. Na verdade, demorou décadas. Um exemplo foi a Conferência Bíblica organizada pela Associação Geral em 1919. Nela, o debate inicial sobre a Trindade deixou alguns nervosos. Um dos pastores da liderança declarou: “Não posso aceitar a suposta doutrina trinitária. […] Não consigo acreditar que duas pessoas da Divindade são iguais, o Pai e o Filho. […] Não posso crer na doutrina trinitária de três pessoas que sempre existiram”.
O presidente da Associação Geral, Arthur G. Daniells, tentou acalmar as coisas ao dizer: “Não vamos votar em favor do trinitarismo ou do arianismo.” Ele também afirmou que as escamas haviam caído de seus olhos após a publicação de O Desejado de Todas as Nações e depois de pesquisar o assunto na Bíblia.
Em 1931, a denominação fez a primeira declaração de crenças fundamentais com uma posição trinitária. Isso não quer dizer que todos concordaram com ela. Redutos antitrinitários permaneceram até os anos 1940; mas, na década de 1950, a igreja passou a ecoar a mesma voz em relação à Trindade.
Por isso, surpreende um pouco ver o reavivamento do antitrinitarismo. Alguns dos apóstolos dessa doutrina me pararam em um “corredor escuro” da Assembleia da Associação Geral em Toronto, no ano 2000. Eu lhes perguntei por que acreditavam que sua posição era verdadeira. A resposta foi que essa era a opinião de nossos fundadores. Tal lógica nos levaria a comer carne de porco e a guardar o sábado das 18h às 18h. Disse-lhes que a tradição era um bom argumento para a igreja medieval, mas não para um movimento baseado na Bíblia.
A única tradição válida é que os adventistas são um povo da Bíblia.

Aproveite e leia o Comentário da Lição da Escola Sabatina para hoje – clique aqui.

Ignore os anúncios abaixo.
É o WordPress quem os publica.
Ignore-os.

Anúncios

Sobre Ligado na Videira

Ligado na Videira
Esse post foi publicado em Ligado na Videira, Meditação Matinal 2017 e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para 12 de outubro – Meditação Matinal 2015 Ligado na Videira – Meditações Diárias

  1. Neide Rodrigues disse:

    Bom dia, irmaos!
    O que Paulo escreveu é coerente.
    De que adianta fazer tudo certo se Jesus nao é o Primeiro em nosso coração?
    O Cristianismo é muito simples. Deus nos ama. Nós O adoramos porque Ele é nosso Pai, Criador, Mantenedor e Redentor.

Faça um comentário! Isso é muito importante para nós!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s